Barra Topo Nacional Consultas
10-dicas-manter-seu-nome-limpo

10 dicas para manter seu nome limpo

De 2014 para cá, um dos maiores anseios dos consumidores tem sido limpar o nome ou mantê-lo livre dos débitos a fim de fugir do fantasma dos juros, por exemplo. No entanto, muitas pessoas têm feito malabarismos diários para obter o controle sobre as compras, as contas e as dívidas em aberto. Mas para que não haja mais esforço, confira aqui 10 dicas valiosas para deixar o seu nome limpo.

Não empreste o seu nome

Embora isso seja normal entre parentes, casais e amigos, o ato de emprestar o nome para que terceiros efetuem compras deve ser evitado. O problema é que nem sempre a pessoa contemplada tem condições de arcar com a dívida que ela criou. Com isso, quem emprestou o nome será responsabilizado pelo número do CPF utilizado durante a compra e a fatura a ser paga virá para o dono do documento.

Tente gastar apenas o necessário

Em tempos de aperto financeiro, o mais aconselhável é gastar apenas com aquilo que se faz necessário. Caso não haja alternativas para fugir de algumas tentações, como uma roupa nova ou um jantar mais sofisticado, procure não extrapolar muito do que sua renda suporta.

Faça um esquema

Quando receber seu salário, faça um esquema e coloque em uma planilha todas as contas de consumo diário e outros débitos que precisam ser quitados. Depois de pagar tudo, veja o quanto sobrou e gaste com consciência.

Jogue a data de quitação de contas próxima do pagamento

Nada melhor que controlar a vida financeira jogando algumas contas (internet, TV por assinatura, jornal) para os dias próximos ao pagamento.

Use o cartão de crédito apenas em urgências

Com os altíssimos juros do cartão de crédito (447,44 ao ano, registrados em junho), o mais aconselhável é usá-lo em situações que demandem urgência. Em qualquer descuido, a dívida gerada pelo uso do cartão vira uma avalanche em sua vida financeira.

Tenha controle sobre as dívidas

Anote absolutamente tudo que você comprar e tenha ciência sobre todos os débitos existentes.

Cuidado com o consumismo

Se você não precisar daquilo, não compre; ou pelo menos espere um pouco mais. Se comprar, pague à vista.

Renegocie sempre

Se você perceber que não terá condições de pagar alguma dívida, tente renegociar para não passar o prazo de pagamento e se tornar um inadimplente. As empresas valorizam isto.

Fuja das liquidações

Embora pareçam inofensivas, as liquidações são perigosas para quem quer manter o nome limpo. Portanto, fuja das ofertas que aparentam facilidades excessivas para a obtenção de um bem.

Não parcele

Tente comprar sempre à vista para não se comprometer com longas parcelas.

 

Gostou de nossas dicas? Deixe-nos um comentário abaixo.

Se você gostaria de verificar a situação de seu CPF, clique aqui.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO