Barra Topo Nacional Consultas
Plano de Gastos

Saiba como criar um plano de gastos e gerir melhor o seu dinheiro

Gastar mais do que você recebe, pode até ser divertido por um determinado tempo, mas em algum momento é certo que a miséria ocorrerá. Na verdade, não é nada legal ficar pagando juros sobre os pagamentos e compras que já viraram passado. Uma boa notícia é que a nossa vida não precisa ser assim e você pode reverter esse quadro com um pouco de planejamento. Existe um recurso, chamado de planejamento orçamentário, que é um plano de gastos que ajudará você a organizar sua vida financeira.

O que é Orçamento e por que ele é tão importante?

Orçamento é a criação de um plano de gastos para seu dinheiro. A criação deste plano permite que você determine com antecedência se você vai ter dinheiro suficiente para fazer as coisas que você precisa fazer ou gostaria de fazer.

Se você não tem dinheiro suficiente para fazer tudo o que você gostaria de fazer, então você pode usar esse processo de planejamento para priorizar seus gastos e concentrar o seu dinheiro nas coisas que são mais importantes para você. Além disso, a criação de um planejamento orçamentário pode evitar que o seu nome seja colocado nos Órgãos de Proteção ao Crédito, negativando o seu CPF e trazendo ainda mais perturbações e dores de cabeça.

7 Passos para um Orçamento Rápido

Veja como começar:

Passo 1: Defina metas realistas

Definir metas para o seu dinheiro vai ajuda-lo a fazer escolhas mais inteligentes. Pergunte-se: Como eu quero que minhas finanças estejam em um ano? Decida o que é importante para você e então comece.

Passo 2: Identificar suas receitas e despesas

Você provavelmente sabe o quanto ganha mensalmente, mas talvez você não saiba onde esse dinheiro está sendo gasto. Uma das coisas mais importantes que você precisa criar hábito imediatamente, é de acompanhar tudo o que você está gastando, anote cada centavo que você gasta. Essa é uma tarefa relativamente fácil e você vai se surpreender com o que vai descobrir.

Passo 3: Necessidades priorizadas

Pergunte a si mesmo: Eu preciso mesmo de efetuar este gasto? Gastar esse dinheiro me colocará mais perto ou mais longe dos meus objetivos financeiros? Eu posso viver sem isso?

Passo 4: Organize seu orçamento

Tenha certeza de que você não está gastando mais do que você ganha. Equilibre o seu orçamento para acomodar tudo que você precisa para pagar. Pegue caneta, papel, calculadora, use os dados que você tem anotado sobre seus gastos, defina as prioridades e então entenda o que está faturando versus o que realmente precisa ser gasto.

Passo 5: Coloque seu plano em ação

Pergunte a si mesmo: Eu necessito financiar as minhas necessidades (moradia, alimentação, serviços públicos, transporte, etc.)? Eu consigo deixar dinheiro reservado para pagamento das dívidas, despesas inesperadas, poupança e a diversão? Isso irá poupá-lo de entrar em mais dívidas.

Passo 6: Despesas sazonais

Você pode antecipar as coisas vão “chegar” em determinado momento. Despesas escolares, novos sapatos ou uma anuidade. Separe dinheiro para pagar essas despesas para que você possa comprá-los sem entrar em dívida.

Passo 7: Tenha paciência

Um planejamento orçamentário pode levar um mês ou dois para ficar completamente funcional. Mas fique tranquilo, você viveu todo esse tempo sem um plano de gastos, então é normal que precise de tempo para se adaptar.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO